Força Chiloe

08/05/2016 14:00

Cheguei a 9 dias para conhecer Chiloe, uma bonita ilha no Chile e agora não posso sair. Foi a 2 dias antes dos pescadores iniciarem o protesto contra as Salmoneras que jogaram no mar peixes contaminados por uma bactéria contaminando os outros peixes e poluindo o mar o rio, impedindo outros produtos do mar como ostras de consumir. Um desastre pois o Salmão é parte da vida de todos. O "Arroz e Feijão" dos CHilotas e habitantes de Puerto Montt a 70 km da Ilha.

Eu, de bike, ia passando pelas barricadas que impediam carros de passar. Fui de Castro a Queilen e voltei. Depois conheci uma amiga do couchsurfing(site de viajante que hospeda gratis quem esta de viagem na casa das pessoas). É bom pois conhecemos mais a cultura e habitos de cada localidade.

Cheguei e ja entrei no clima. Logo em seguida Anita recebeu outras amigas para fazer uma especie de pão frito chamado "sopa de pilla" para levar as pessoas que estavam nas barricadas. Que ja não eram só pescadores mais também   moradores da ilha e alguns turistas como eu que estava apoiando a causa. E sem poder sair da ilha, pois o barco que saia foi suspenso.

Os pescadores reivindicam uma certa quantidade de dinheiro para suprir a crise mais o governo quer dar apenas uma parte menor.

A noite sai com Anita e suas colegas para levar os pães.

Vi muita gente caminhando quando estava de bike, pois os onibus estão impedidos de circula pela ilha ou para sair dela. É um momento historico que une os Chilenos contra essas empresas inescrupulosas que so visam o lucro, como as salmoneiras que mataram os peixes no fenomeno que eles querem dizer como  "maré roja". Porém maré roja é causa pelo aquecimento global e na verdade as empresas é que contaminaram os peixes nos depositos de centro de criação de salmão mantidos pelas salmoneras. 

E eu sigo em Chiloé, fuerza Chiloe!!!



Contato

dobrandolando